TEMÁTICA

Este espaço destacará o túmulo de personalidades famosas do meio artístico e histórico- cultural, sem qualquer conotação político-partidária ou religiosa doutrinária.


ARTE TUMULAR

Existe um tipo de arte que poucas pessoas conhecem, a chamada arte tumular. Deixando-se de lado o preconceito e a superstição, encontraremos nos cemitérios, trabalhos esculpidos em granito, mármore e bronze de personalidades famosas. É um verdadeiro acervo escultórico e arquitetônico a céu aberto, guardando os restos mortais de muitas personalidades imortais de nossa história, onde a morte se torna um grande espetáculo da vida neste lugar de maravilhosas obras de arte e de grande valor histórico e cultural brasileiro. Através da representação, a simbologia de saudades, amor, tristeza, nobreza, respeito, inocência, sofrimento, dor, reflexão, arrependimento, dá sentido às vidas passadas. No cemitério, a arte tumular é uma forma de cultura preservada no silencio e que não deverá ser temida, mas sim contempladas.

“MEMENTO, HOMO, QUÍA PULVIS ES ET IN PULVEREM REVERTERIS.

“Lembra-te, ó homem, de que és pó e ao pó has de voltar.”

sexta-feira, 8 de janeiro de 2016

TONICO (João Salvador Perez) - Arte Tumular - 394 - Cemitério da Vila Alpina, São Pedro, São Paulo




Local: Cemitério de Vila Alpina (Cemitério S.Pedro), São Paulo




PERSONAGEM
João Salvador Perez, mais conhecido como Tonico (São Manuel, 2 de março de 1917 - São Paulo, 13 de agosto de 1994).
Morreu aos 77 anos

SINOPSE BIBLIOGRÁFICA
Tonico e Tinoco foi uma dupla caipira brasileira, considerada a mais importante da história da música brasileira e a de maior referência, ambos entraram na lista dos "maiores músicos recordistas de vendas da história mundial". Em 60 anos de carreira, Tonico e Tinoco realizaram quase 1000 gravações, divididas em 83 discos. As gravadoras a que eles pertenceram já lançaram no mercado um total de 60 discos.
Tonico e Tinoco venderam mais de 150 milhões de discos, realizando cerca de 40.000 apresentações em toda a carreira.




O gosto pela música veio dos avós maternos Olegário e Isabel, que alegravam a colônia com suas canções, ao som de um antigo acordeão. A primeira canção que aprenderam foi “Tristeza do Jeca” em 1925. Em 15 de agosto de 1935 fizeram a primeira apresentação profissional. Cantaram na Festa de Aparecida de São Manuel, onde milhares de pessoas de todo o Brasil visitam o segundo Santuário dedicado à Padroeira do Brasil. Junto com o primo Miguel, formavam o "Trio da Roça".

HISTÓRIAS
-A primeira apresentação profissional da dupla aconteceu na Festa de Aparecida de São Manuel em frente ao Santuário N.Sra. Aparecida no dia 15 de agosto de 1935.

-Participaram da primeira transmissão da Televisão brasileira, no ano de 1950.

-São a mais importante dupla sertaneja da história da música.

-Criaram uma Companhia Circense, com a qual percorreram todo o País. Em cada Circo realizavam três sessões por noite. São autores de muitas peças teatrais circenses.

-Apresentaram o Programa Na Beira da Tuia nas seguintes emissoras: Bandeirantes (1983), SBT (1988) e Cultura (Viola, Minha Viola).


FINAL DA DUPLA
A dupla acabou em 1994 com a morte de Tonico no dia 13 de agosto. Juntos, os dois realizaram cerca de 40 mil apresentações em toda a carreira. "Tristeza de Jeca", "O menino da porteira", "Chico mineiro" e "Moreninha linda" estão entre os maiores sucessos de Tonico e Tinoco. Em 2010, Tinoco foi homenageado por Roberto Carlos durante a gravação do especial "Emoções sertanejas".

 MORTE
Morreu aos 77 anos, após uma queda da escada do prédio onde morava na Mooca.
Fonte: pt.wikipedia.org
Formatação: Helio Rubiales

2 comentários:

  1. Bom dia,

    Na verdade, o TONICO, João Salvador Perez, está sepultado no Cemitério do Morumbi em São Paulo. No cemitério da Vila Alpina (Cemitério S. Pedro) está sepultado seu irmão TINOCO, José Perez.

    ResponderExcluir
  2. O corpo do cantor João Salvador Perez, o Tonico da dupla Tonico e Tinoco, foi enterrado às 17h40 de ontem no cemitério Congonhas (Jardim Marajoara, zona sul de São Paulo) http://www1.folha.uol.com.br/fsp/1994/8/15/cotidiano/12.html
    JOAO SALVADOR PEREZ: Quadra : 056 , Jazigo : 253 , Data de sepultamento : 15/08/1994

    ResponderExcluir