TEMÁTICA

Este espaço destacará o túmulo de personalidades famosas do meio artístico e histórico- cultural, sem qualquer conotação político-partidária ou religiosa doutrinária.


ARTE TUMULAR

Existe um tipo de arte que poucas pessoas conhecem, a chamada arte tumular. Deixando-se de lado o preconceito e a superstição, encontraremos nos cemitérios, trabalhos esculpidos em granito, mármore e bronze de personalidades famosas. É um verdadeiro acervo escultórico e arquitetônico a céu aberto, guardando os restos mortais de muitas personalidades imortais de nossa história, onde a morte se torna um grande espetáculo da vida neste lugar de maravilhosas obras de arte e de grande valor histórico e cultural brasileiro. Através da representação, a simbologia de saudades, amor, tristeza, nobreza, respeito, inocência, sofrimento, dor, reflexão, arrependimento, dá sentido às vidas passadas. No cemitério, a arte tumular é uma forma de cultura preservada no silencio e que não deverá ser temida, mas sim contempladas.

“MEMENTO, HOMO, QUÍA PULVIS ES ET IN PULVEREM REVERTERIS.

“Lembra-te, ó homem, de que és pó e ao pó has de voltar.”

quinta-feira, 29 de outubro de 2015

MAMONAS ASSASSINAS -Arte Tumular - 317 - Cemitério Parque das Primaveras, Guarulhos, São Paulo









ARTE TUMULAR

Placa metálica com os nomes e datas gravados dos integrantes da banda.

Local: Cemitério Parque das Primaveras, Guarulhos, São Paulo
Descrição tumular: Helio Rubiales








COMPONENTES
Alecsander Alves Leite, mais conhecido como Dinho (Irecê, 5 de março de 1971 — Serra da Cantareira, 2 de março de 1996), foi um cantor , vocalista da banda , além de apresentador, compositor e humorista.
Morreu aos 25 anos de idade.

Alberto Hinoto, ou Bento (Itaquaquecetuba, 7 de agosto de 1970 — Serra da Cantareira, 2 de março de 1996 ), foi o guitarrista  da banda .
Morreu aos 25 anos de idade.

Samuel Reis de Oliveira, conhecido como Samuel Reoli (São Paulo, 11 de março de 1973 — Serra da Cantareira, 2 de março de 1996) foi um músico . Era o baixista da banda e irmão de Sérgio Reoli, o baterista da mesma banda. O nome Reoli vem das sílabas inicias de Reis Oliveira, sobrenome dos dois irmãos.
Morreu aos 23 anos de idade.

Sérgio Reis de Oliveira, mais conhecido como Sérgio Reoli (Guarulhos, 30 de setembro de 1969 — Serra da Cantareira, 2 de março de 1996) foi o baterista da banda.
Morreu aos 26 anos de idade.

Júlio Cesar Barbosa, conhecido como Júlio Rasec (Guarulhos, 4 de janeiro de 1968 — Serra da Cantareira, 2 de março de 1996) foi  o tecladista da banda . O nome Rasec é a inversão de seu nome César.
Morreu aos 28 anos de idade.


SINOPSE BIBLIOGRÁFICA
Mamonas Assassinas foi uma banda brasileira de rock cômico formada em Guarulhos em 1990, inicialmente tinha o nome de Utopia. O som era uma mistura de punk rock com influências de gêneros populares, tais como Baião (Jumento Celestino), brega (Bois Don't Cry), heavy metal (Débil Metal), pagode (Lá Vem o Alemão), música mexicana (Pelados em Santos), reggae (Onon Onon), vira (Vira-Vira) e Acústico (Uma Arlinda Mulher).

A carreira da banda, com o nome de Mamonas Assassinas, durou de 23 junho de 1995 até 2 de março de 1996 (pouco mais de 7 meses). Tiveram um sucesso meteórico. Com um único álbum de estúdio, Mamonas Assassinas, lançado em junho de 1995, o grupo vendeu mais de 3 milhões de cópias no Brasil, sendo certificado com disco de diamante comprovado pela ABPD. Com letras bem-humoradas, o álbum lançou os "Mamonas" ao estrelato nacional.

ACIDENTE E MORTES
Porém, em março de 1996, no auge da carreira, a banda foi vítima de um acidente aéreo fatal sobre a Serra da Cantareira, o que ocasionou a morte de todos os seus integrantes.


Fonte: pt.wikipedia.org.
Formatação: Helio Rubiales

Um comentário: