terça-feira, 14 de setembro de 2021

PAULO GUSTAVO - Arte Tumular - 524- Cremado

   


CREMADO

Seu corpo foi cremado e as cinzas dadas a família

Local: Cemitério Parque da Colina, Niterói, Rio de Janeiro


Paulo Gustavo
Gustavo em 2019
Nome completoPaulo Gustavo Amaral Monteiro de Barros
Nascimento30 de outubro de 1978
NiteróiRio de Janeiro
Morte4 de maio de 2021 (42 anos)
Rio de JaneiroRJ
Nacionalidadebrasileiro
CônjugeThales Bretas (c. 2015; v. 2021)
Filho(a)(s)2
Ocupação
Período de atividade2004–2021
PrêmiosLista completa
Causa da mortecomplicações de COVID-19
Página oficial
paulogustavo.com
PERSONAGEM
Paulo Gustavo Amaral Monteiro de Barros (Niterói, 30 de outubro de 1978 — Rio de Janeiro, 4 de maio de 2021) foi um ator, humorista, diretor, roteirista e apresentador brasileiro. 
Morreu aos 42 anos.

SINOPSE ARTÍSTICA
Ficou conhecido pelo monólogo Minha Mãe É uma Peça, o qual, em 2013, foi adaptado ao cinema e virou o longa-metragem Minha Mãe É uma Peça: O Filme, que tornou-se o filme mais assistido daquele ano no Brasil; e, em 2015, foi publicado como um livro pela editora Objetiva. Devido ao enorme sucesso de crítica e público, em 2016, foi lançado Minha Mãe é uma Peça 2, e, em 2019, Minha Mãe É uma Peça  Indicado ao Prêmio Shell de Melhor Ator, Paulo Gustavo formou-se na Casa das Artes de Laranjeiras (CAL) no início de 2005; junto com Fábio Porchat, Marcus Majella, entre outros. 

 Paulo Gustavo faleceu em 4 de maio de 2021, de complicações de COVID-19, após ser internado, em 13 de março, em um hospital da Zona Sul do Rio de Janeiro. 

SINOPSE BIBLIOGRÁFICA
Paulo Gustavo ganhou visibilidade no final de 2004, quando integrou o elenco da peça Surto.[7] Na ocasião, apresentou a personagem humorística Dona Hermínia. Após sua formatura, em janeiro de 2005, deixou o elenco de Surto e passou a integrar a peça Infraturas. Nesse período também começou a fazer pequenas participações na TV, como na novela Prova de Amor, da Record, e na série A Diarista, da Globo. Em 2006 estreou o espetáculo "Minha Mãe É uma Peça", que ganhou uma adaptação para o cinema em 2013 e mais duas continuações, uma em 2016 e a outra em 2019. No monólogo, com texto de sua autoria, Paulo voltou a interpretar Dona Hermínia. Construída através de suas observações domésticas e vivenciais, ela reúne os aspectos mais cômicos da personalidade de uma típica dona de casa de meia idade, sempre à beira de um ataque de nervos. Sua atuação lhe rendeu uma indicação ao Prêmio Shell de melhor ator.

Paulo Gustavo voltou a protagonizar um título novamente nos palcos em 2010, para apresentar o espetáculo Hiperativo, dirigido por Fernando Caruso. Em 2011, ele tornou-se o apresentador do 220 Volts. Em junho de 2013, estreou na produção para TV o sitcom Vai que Cola, no Multishow, que ganhou uma adaptação para o cinema em 2015. Em 2014 o ator esteve em um novo programa, o reality Paulo Gustavo na Estrada, do Multishow.

Em 2017, deixou o Vai que Cola e entrou no programa A Vila, junto com Katiuscia Canoro, com o roteiro de Leandro Soares. Em 2018, gravou o DVD da peça Minha Mãe é uma Peça na Concha Acústica do Teatro Castro Alves na cidade de Salvador. 

Paulo Gustavo preparava-se para gravar uma série sobre a sua principal criação, o espetáculo Minha Mãe É uma Peça: O Filme, no qual o humorista interpretava Dona Hermínia, e que estreara há 15 anos no Teatro Cândido Mendes, em Ipanema, Zona Sul do Rio de Janeiro, chegando a ser transformado em um grande sucesso nos cinemas, com três filmes, e virou livro; por causa da pandemia, as filmagens haviam sido adiadas. Além disso, o ator iria expandir sua carreira à âmbito internacional, tendo assinado um contrato de cinco anos com a Amazon, para a criação de conteúdo para a plataforma de streaming Prime Video, com início previsto em 2022.

VIDA PESSOAL
Nascido e criado em uma família de classe média da cidade de Niterói, na Região Metropolitana do Rio de Janeiro, estudou no tradicional Colégio Salesiano durante o ensino fundamental. Assumidamente bissexual desde sua adolescência, casou-se em 20 de dezembro de 2015 com o dermatologista Thales Bretas. No dia 13 de outubro de 2017, Paulo anunciou em seu Instagram que ele e seu marido iriam ser pais de um casal de gêmeos, chamados Gael e Flora, através de uma barriga de aluguel, mas os bebês morreram em um aborto espontâneo. Pensaram em desistir da paternidade, mas procuraram outra barriga de aluguel, e em 18 de agosto de 2019, em uma postagem em seu Instagram, ele anunciou o nascimento dos filhos do casal, chamados Romeu e Gael, de barrigas de aluguel diferentes. 

DOENÇA E MORTE
Em 13 de março de 2021, após ser diagnosticado e apresentar complicações de Covid-19, Paulo Gustavo foi internado, por orientação médica, para fazer um melhor acompanhamento, no Hospital Copa Star, um hospital privado, localizado em Copacabana, Zona Sul do Rio de Janeiro. No dia 2 do mês seguinte, apresentou piora do quadro clínico e foi introduzido à terapia de oxigenação por membrana extra corporal, uma espécie de "pulmão artificial", aparelho que efetua a absorção do oxigênio quando o órgão apresenta comprometimento severo. No dia 3 de maio, mesmo após melhoras nos dias anteriores, Paulo sofreu uma embolia pulmonar, o que causou uma piora significativa em seu estado de saúde. O boletim médico divulgado naquele dia dizia: "Infelizmente, a situação clínica atual é instável e de extrema gravidade". Na tarde do dia seguinte, 4 de maio de 2021, foi divulgado um boletim médico dizendo que o quadro clínico de Paulo era irreversível, mas ele ainda mantinha sinais vitais. Logo após às 22 horas, o último boletim informou que o ator havia morrido às 21h12min, quando foi oficialmente constatado com morte cerebral. Coincidentemente, a data marca também o aniversário de 15 anos da estreia daquela que seria a produção que tornaria o ator conhecido em todo o país, a peça Minha Mãe é uma Peça.

A morte de Paulo Gustavo repercutiu no mundo artístico, político e intelectual, tanto no Brasil quanto no exterior. Por volta das 12 horas do dia 5 de maio, foi noticiado que o corpo de Paulo Gustavo seria cremado no dia seguinte, 6 de maio, em cerimônia restrita à família e a amigos próximos. No dia 6 de maio, por volta das as 8h40, o corpo de Paulo Gustavo chegou ao Cemitério Parque da Colina, na cidade de Niterói, e passou a ser velado no salão nobre.
Fonte: pt.wikipedia.org
Formatação: Helio Rubiales
Anterior
Próximo

hrubiales@gmail.com

0 comentários: